Como um erro da Amazon pode destruir a internet